21 fev 2022

Conheça o Educbank, a primeira plataforma financeira para Escolas de educação básica na América Latina

São Paulo, fevereiro de 2022 – O Educbank é a primeira plataforma financeira dedicada às Escolas brasileiras. Disponibilizando um vasto ecossistema de soluções financeiras, a companhia apoia instituições de ensino garantindo o recebimento integral das mensalidades (sem inadimplência), linhas de capital, meios de pagamento, além de outros benefícios como ERP escolar, LMS educacional, contabilidade e marketing. Trata-se de uma inovação que traz harmonia ao setor e muda a perspectiva das Escolas, permitindo que elas alavanquem seus resultados.

Com crescimento superior a 100% ao mês desde o início das operações em 2021, o Educbank estima transacionar mais de R$ 1 bilhão em pagamentos escolares neste ano, projetando apoiar 850 Escolas brasileiras – representando mais de 200 mil alunos.

O conceito foi idealizado por Danilo Costa, fundador da companhia, quando administrava uma rede de escolas que ele próprio fundou e percebeu o problema institucional que a inadimplência causava para o setor e a dificuldade das Escolas em acessar capital com qualidade. Por isso, a solução foi permitir ao gestor educacional que o tempo e orçamento hoje direcionados para inadimplência, questões financeiras e capital de giro (que chegam a comprometer mais de 50% da sua agenda) pudessem ser canalizados para as atividades educacionais e estratégicas da escola. “As Escolas brasileiras necessitam de segurança institucional e financeira de longo prazo para investir e inovar. E é justamente isso que proporcionamos”, afirma Danilo.

O Educbank deu início a um novo cenário dentro do mercado de fintechs e edtechs na América Latina. Após a sua criação, outras companhias passaram a olhar para a mesma tese e mais de R$ 1 bilhão já foram investidos nos últimos 12 meses.  Com o início das operações em 2021, a companhia já despertou a atenção internacionalmente de renomadas instituições de ensino e empresas multinacionais de tecnologia. Pela inovação pautada em responsabilidade social, foi eleita pela London School of Economics and Political Science (LSE) em uma competição global como uma das companhias mais inovadoras, sendo a única brasileira a conquistar a premiação. Além disso, a fintech passou a ser membro da AWS EdStart – programa internacional da Amazon para acelerar projetos de tecnologia educacional.

“Estamos trabalhando lado a lado e apoiando financeiramente escolas de todo o país, proporcionando o capital, ferramentas e as consultorias necessárias para que elas tomem as decisões de longo prazo que transformarão as suas realidades, sejam elas pedagógicas ou estratégicas, como a abertura de uma nova unidade. Somos o patrocinador financeiro das Escolas brasileiras de alto potencial”, evidencia Lars Janér, cofundador e Co-CEO da companhia.

O Educbank surgiu alinhado à Agenda 2030 da ONU e assumiu o compromisso de ampliar o acesso à educação básica de qualidade no Brasil até 2030, em consonância com o ODS4 (Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 4 - Educação de Qualidade), utilizando como métrica os níveis de excelência 4, 5 e 6 do PISA (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes), que é organizado pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

Para escalar o desafio, o grupo desenvolveu um inédito modelo de rating para o setor, que utiliza machine learning para processar uma imensa gama de variáveis operacionais, acadêmicas e sociais das Escolas. A plataforma é capaz de estabelecer um score a cada uma delas – visando estabelecer uma correlação entre o aprendizado dos estudantes, a qualidade operacional da escola e o valor de suas mensalidades. Quanto mais alto é o potencial acadêmico vis à vis o valor da mensalidade, melhor é o rating da Escola e, portanto, maior e melhor será o volume de investimento disponibilizado pelo Educbank para ela.

É por meio de um processo seletivo que a companhia seleciona e homologa Escolas com alto potencial acadêmico e de crescimento para fazerem parte do ecossistema. Uma vez aprovada, o Educbank assume o risco financeiro da Escola, deixando ela livre e sem preocupação para concentrar seus esforços em suas atividades-fim e em projetos estratégicos.

Desde que foi fundada, a fintech mantém ‘churn zero’, ou seja, nenhuma Escola nunca cancelou qualquer tipo de serviço do Educbank. Historicamente isso demonstra um nível de satisfação e qualidade acima da média, indicando a sustentabilidade do modelo, o que é ainda mais essencial em cenários de crescimento exponencial. Isso é atribuído ao fato de o Educbank aportar segurança financeira sem interferir na autonomia e autoridade das Escolas no plano operacional.

Além disso, a companhia inovou ao ser a primeira em garantir às Escolas o pagamento integral das mensalidades mesmo em caso de atraso dos responsáveis financeiros. “Não é um seguro e nem um empréstimo. É um benefício mesmo. O Educbank assume o risco de apoiar financeiramente as Escolas com o maior potencial de alavancar o futuro do Brasil”, completa Fabiola Overrath, Diretora de Operações do grupo.

A partir deste ano, as Escolas apoiadas pelo Educbank também passarão a contar com outras soluções financeiras, além de energia solar e investimento imobiliário. Ao todo serão abertas mais 150 vagas durante o ano, sendo metade nas áreas de Tecnologia. A ideia é aprimorar a qualidade educacional e a experiência digital das Escolas.

 

Como tudo começou

Neto de professores e filho de jornalistas, Danilo Costa luta há anos pelo sonho de ampliar o acesso à educação de qualidade no Brasil. Formado em Direito pela FGV-SP, aos 27 anos inaugurou no país o conceito de escolas low cost em tempo integral, que foi incorporado por diferentes grupos do setor e hoje atende a milhares de famílias em vários estados do Brasil. Danilo conduziu relevantes investimentos do setor e, recentemente, fundou o Educbank. É também Embaixador para empreendedorismo social e inovação da London School of Economics (LSE) no Brasil. Antes do Educbank, Danilo fundou a Vereda Educação, foi VP na RBR Asset, e teve passagens pelo Itaú BBA, BTG Pactual e Machado Meyer Advogados.

Durante a sua jornada, conheceu Lars Janér, na época General Manager para América Latina da Instructure, líder mundial em tecnologia educacional – sendo a plataforma oficial de instituições como Harvard e Stanford e utilizada por 40 milhões de estudantes no mundo.

Através de uma amiga em comum, Danilo conheceu Fabiola Overrath, que após carreira como executiva da Ambev, decidiu juntar forças para liderar a área de Operações e Pessoas.

 

Sobre o Educbank

O Educbank é a primeira plataforma financeira para Escolas de educação básica na América Latina. Disponibilizando o principal ecossistema de soluções /financeiras, a companhia apoia instituições de ensino garantindo o recebimento integral das mensalidades (sem inadimplência), linhas de capital, meios de pagamento, além de outros benefícios como ERP escolar, LMS educacional, contabilidade, marketing, entre outros. O Educbank possui o compromisso de ampliar o acesso à educação básica de qualidade no Brasil. Mais informações no https://www.educbank.com.br/.

 

Educbank

Relações Institucionais

Marcos Guedes – marcos.guedes@educbank.com.br - (11) 98102-0487

 

Veja todos
Loading

PARCEIROS


 

Apoiadores