24 out 2022

Entrevista com Estante Mágica: inovação escolar e o incentivo à escrita e leitura

Redação Bett Blog
Entrevista com Estante Mágica: inovação escolar e o incentivo à escrita e leitura
Robson Melo, Cofundador da Estante Mágica, fala nesta entrevista ao Bett Blog sobre o negócio social da empresa, que acredita na educação para transformar o mundo, ao estimular o protagonismo das crianças, tornando-as autoras do próprio livro e do próprio game.  A Estante Mágica foi uma das patrocinadoras da 3ª Jornada Bett, em Recife (PE), evento itinerante realizado nos dias 5 e 6 de outubro. Confira abaixo a entrevista com Robson Melo.

Bett Blog - Para a gestão de escolas particulares, de que forma produtos e soluções da Estante Mágica ajudam gestores e mantenedores?

Estante Mágica - A Estante Mágica é um instrumento de incentivo à leitura e à escrita, com alto impacto socioemocional, que promove a autoria e o protagonismo do aluno. Além de contar com um material de apoio elaborado por uma equipe de educação premiada, é um projeto que integra a comunidade acadêmica, engajando os alunos, valorizando os professores e aproximando a família da escola pelo orgulho de transformar cada criança em uma estrela de sua própria história. Um evento de autógrafo faz a família ter a certeza de que fez a melhor escolha para a criança e fideliza o aluno à escola.
 

Bett Blog - Neste aspecto, como manter uma boa conversa com as famílias desde a matrícula?

Estante Mágica - Uma dificuldade de quase todo gestor é tangibilizar o resultado da sua escola, já que a educação é um processo intangível. E, nisso, a Estante Mágica se posiciona com um diferencial enorme: "seu filho entrará nesta escola e escreverá um livro!".

É emocionante para uma mãe e para um pai ouvir isso e imaginar que seu filho poderá escrever seu próprio livro! E uma boa conversa com as famílias na matrícula passa justamente pelo alinhamento das entregas daquela escola. E a escola que tem Estante Mágica entrega orgulho, entrega emoção, entrega autoria, protagonismo e uma criança apaixonada por livros e histórias.
 

Bett Blog - De que forma a Estante Mágica auxilia o corpo docente em seu desenvolvimento e a aprendizagem de toda a equipe?


Estante Mágica – A gente acredita muito no lema: "quem entende de sala de aula é quem está na sala de aula". A frase é de autoria do Willmann Costa, um dos integrantes do que chamamos aqui de Trio Mágico da Educação, três professores muito experientes e premiados em suas áreas, o Prof. Jayse Ferreira, premiado como um dos 50 melhores professores do mundo; a Prof.ª Mara Mansani, vencedora do Prêmio Educador Nota 10 e com mais de 35 anos de docência; e o Prof. Willmann Costa, psicanalista e referência em educação socioemocional no Brasil. São eles que pensam, testam e desenvolvem materiais de apoio, processos, ações de engajamento com comunidades de professores e atividades que variam de acordo com a particularidade de cada escola ou grupo de escolas.
 

Bett Blog - Quais são as competências e habilidades do século XXI que precisam ser exercitadas nas escolas por um líder ou gestor escolar e, em especial, para os alunos do Ensino Básico?  

Estante Mágica – Em 2018, estivemos em Harvard, a convite do professor Fernando Reimers, que nos recebeu para uma palestra. Ele tem obras incríveis e organizou um livro chamado "Ensinar e Aprender no Século XXI". Eu destacaria, das inúmeras lições, a necessidade de estimular especialmente o autoconhecimento e autocuidado (precisamos atravessar uma crise que se intensificou ao longo da pandemia que trata da dificuldade de identificar, expressar e gerir emoções); e a criatividade e inovação (a capacidade de resolver problemas a partir de diferentes associações é uma demanda de todas as carreiras, as existentes e as que vão existir). 

 

Bett Blog - Que tipo de gestão deve ser desenvolvida para promover uma escola que tenha iniciativas inovadoras? O que poderia destacar como os passos mais importantes?

Estante Mágica - Uma gestão de escuta, de escuta especialmente ativa, que tenha a capacidade de se desencastelar para aceitar as inovações propostas pela comunidade escolar, testando soluções diferentes de forma permanente e com intencionalidade pedagógica. A inovação pela inovação não deve ser um fim em si mesma, sob o risco de comprometer a aprendizagem.

Acredito que os passos mais importantes partem da observação das interações dos alunos e suas famílias, para perceber as oportunidades que já existem a serem exploradas, trazendo inovações significativas às famílias, aos professores e, principalmente, aos alunos.

 

Bett Blog – Quais são os próximos passos da Estante Mágica para contribuir com o cenário educacional brasileiro em relação a novas soluções e serviços? Pode adiantar alguma novidade?

Estante Mágica - Queremos que o Brasil seja um país de leitores, sendo também um país de autores. Acreditamos que a autoria e o protagonismo são elementos essenciais de uma aprendizagem significativa. E é importante observar como os processos de autoria são construídos, para além da autoria literária. As histórias nos permeiam em muitos níveis e, com o advento das tecnologias digitais, elas podem ser contadas de forma interativa, colaborativa, em vídeos, músicas, fotos, textos e games. Por isso, já estamos com uma novidade acontecendo em 2022: as histórias das crianças que viram minigames em um universo interativo chamado Magic Land, onde ela pode transformar personagens do livro em personagens do game, por exemplo, e usar a sua história como base para milhares de outras que derivam do game, que também poderá ser jogado com outros autores, permitindo uma ilimitada possibilidade de combinações de personagens e histórias. 

 

Bett Blog – Por fim, por que a Estante Mágica decidiu participar da Jornada Bett em Recife e qual a visão da empresa sobre o cenário educacional na região nordeste do país?

Estante Mágica - Vemos como muito promissor, talvez bem mais do que o Sul e Sudeste. Há tempos o Nordeste brasileiro é referência para o país em alfabetização, leitura e escrita, como no Ceará, por exemplo. Nas avaliações externas do MEC, as escolas do nordeste sempre estão no topo das mais bem ranqueadas. Aqui em Pernambuco, temos outro destaque na Educação brasileira em escola pública, o professor Jayse Ferreira. Seus projetos pedagógicos inovadores o levaram a ser um dos 50 melhores educadores do mundo e hoje é um dos nossos consultores educacionais. Enfim, o nosso propósito é alavancar ainda mais o trabalho incrível que os educadores nordestinos vêm desempenhando em suas escolas com maestria.

Tags

  • educação
  • ensino
  • gestao educacional
  • inovação

Categories

  • Futuro da Educação
  • Gestão Educacional
Voltar ao Bett Blog
Loading

Veja também

Loading