15 dez 2021

#EuSouOFuturo

Autor Convidado: Celso Niskier
#EuSouOFuturo

Cientes do seu papel social e da necessidade de formação de mão de obra qualificada para a superação das dificuldades enfrentadas pelo Brasil, milhares de unidades de educação superior de todo o país, por meio da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), uniram-se à Futuria, empresa de educação do Santander Universidades, na criação de um movimento pelas pessoas, pela educação e pelo futuro. Intitulada #EuSouOFuturo, a iniciativa vai apoiar a retomada da educação superior no pós-pandemia e incentivar o acesso dos brasileiros ao ensino de qualidade.

Não é novidade que nos últimos 20 meses muitos foram os desafios enfrentados para seguirmos em frente. Mas, embora a pandemia de covid-19 ainda não tenha acabado, hoje temos um cenário mais controlado que nos permite pensar além, a começar a reconstruir sonhos e projetos que precisaram ser abandonados ou adiados desde março de 2020.

Para muitas pessoas, o sonho que precisou ser colocado em segundo plano foi justamente aquele no qual elas depositam a esperança de terem uma vida melhor: cursar a educação superior. Estudos realizados pela ABMES, em parceria com a Educa Insights, mostraram que conforme o cenário pandêmico ia se intensificando no país, maior era o número de jovens que decidiam pelo adiamento da graduação.

Embora a necessidade de distanciamento social fosse um fator relevante para essa decisão, o agravamento da crise financeira tornou a educação superior ainda mais impeditiva para uma parcela significativa da população. A crise econômica que se seguiu à crise sanitária foi implacável, e os desdobramentos dela em um país no qual 75% das matrículas na educação superior são em instituições particulares de ensino foram duramente sentidos pela parcela mais pobre da população.

Mas este não é mais um texto para lamentar as dificuldades. Pelo contrário, ele pretende ser uma síntese da máxima que diz que “é na adversidade que surgem as oportunidades”. E o que a ABMES e a Futuria estão oferecendo é a chance de milhares de pessoas começarem seu curso de graduação já em 2022, por meio da campanha #EuSouOFuturo.

A iniciativa foi pensada para atender o maior número possível de pessoas. Para participar, os interessados devem se cadastrar no site futuria.com.vc/eu-sou-o-futuro e informar o curso que desejam, o local e a modalidade (presencial ou a distância). A partir disso, o sistema gera uma lista de instituições que atendem aos requisitos, cabendo ao candidato selecionar até três que mais lhe interessam. As instituições de educação superior oferecerão benefícios especiais para viabilizar o ingresso de cada um dos interessados no curso desejado.

Para chegar ao maior número possível de pessoas, a campanha conta com a participação – e a mobilização – de grandes influenciadores digitais que tiveram suas vidas transformadas pela educação. Apenas por meio desses canais, a estimativa é de que mais de 15 milhões de pessoas sejam impactadas até 31 de janeiro de 2022, quando a campanha termina e as inscrições serão encerradas.

Há décadas o país repete que “um futuro mais próspero e justo para todos passa pela educação”, mas pouco tem feito para que isso se concretize. A ABMES, a Futuria e as milhares de unidades de educação superior mobilizadas na campanha #EuSouOFuturo têm convicção de que, se antes o cenário já era desafiador, no pós-pandemia será impossível construir uma nação melhor sem a democratização do acesso à educação de qualidade. Estamos fazendo a nossa parte. Vamos juntos?

 

Saiba mais sobre o autor:


Diretor presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES)
Reitor do Centro Universitário UniCarioca

 

Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes!


 

Voltar ao Bett Blog
Loading

Veja também

Loading
  • O caráter social do Fies

    06 fev 2023 Celso Niskier
  • Inclusão responsável nas escolas

    31 jan 2023 Bruno Eizerik