27 set 2022

Família e escola: como a relação influencia na vida escolar do aluno?

Conteúdo expositor: Educa
Família e escola: como a relação influencia na vida escolar do aluno?
Interação ativa entre família e escola ajuda no desempenho escolar do aluno e no desenvolvimento de competências socioemocionais. Entenda como, o porquê e a importância desta parceria.

A comunicação entre família e escola sempre foi uma ponte importante para o desenvolvimento da criança e do adolescente, e com os acontecimentos dos últimos dois anos, durante a pandemia, a importância desta relação se tornou ainda mais evidente.

O isolamento social permitiu que muitos pais acompanhassem de perto a vida escolar de seus filhos. Alguns desempenharam o papel do professor enquanto não havia aula online, outros ajudaram nos estudos e na adaptação ao ensino remoto. Por outro lado, educadores também precisaram criar estratégias para se adaptar ao meio digital de acordo com as condições e realidade dos alunos, de modo que todos pudessem ter acesso às aulas.

De acordo com estudo realizado pela UNESCO, em 2009, quando o professor enxerga com mais nitidez a realidade dos alunos, a interpretação sobre o comportamento em sala de aula muda, isto é, deixa de lado a expectativa de “aluno ideal” para abraçar o aluno real. E esta é uma atenção que deve se manter até os dias atuais.

Entenda a importância da tríade: família, escola e aluno

Para entender a real importância do impacto que a relação e comunicação entre família e escola tem na vida do jovem, imagine as seguintes situações (segundo relatos reais no estudo da UNESCO):

  • SE VOCÊ É EDUCADOR

A escola está preparando um Sarau Cultural e a participação dos alunos neste evento será avaliada. Uma de suas turmas ficou responsável por uma apresentação de dança, mas nem todos os alunos estão engajados com a atividade. Então, você, professor, como meio de motivá-los, explica os benefícios da dança e como esta participação vai contribuir para a nota do semestre; mas, mesmo assim, alguns alunos respondem com olhares desconfiados e inseguros.

Ao conversar com as famílias, você descobre que a orientação religiosa que as mães, os pais e os próprios jovens seguem, pregava que a dança era um ato pecaminoso. Isto é, insistir na atividade poderia gerar um conflito moral nos alunos.

  • SE VOCÊ É PAI OU MÃE

Seu filho é um adolescente que acaba de entrar para o ensino médio. Desde a infância, sempre foi um jovem comunicativo, principalmente com os pais. No entanto, após alguns dias de aula, você percebe que seu filho tem estado mais quieto e sem vontade de conversar. Mesmo quando faz perguntas direcionadas, ele responde com gestos ou com poucas palavras.

Quando conversou com a escola sobre o comportamento do filho, descobriu que ele, na verdade, sentia-se inseguro com sua fala devido a uma série de piadas de outros alunos sobre sua língua presa. Tanto os educadores como a família passaram a trabalhar competências como autoestima, resiliência e autoconfiança, bem como em ações anti-bullying.

A aproximação entre família e escola é fundamental para o bem-estar dos alunos. Afinal, ambos fazem parte da educação e desenvolvimento infantil e preparação para a vida. Nem tudo o que acontece na escola, o jovem leva para casa. Assim como nem tudo o que acontece no ambiente familiar, o aluno vai contar para o professor.

A comunicação e compreensão sobre a realidade da criança e do adolescente em sala de aula e em casa, pode gerar mudanças significativas e produtivas no planejamento pedagógico do educador e do gestor, bem como na relação da tríade “família-professor-aluno”.

Além disso, vale ressaltar que a criança não tem habilidades suficientes para tomar decisões efetivas, elas precisam do suporte dos adultos que fazem parte do seu entorno. Quando existe um alinhamento entre família e escola, também é possível alinhar estratégias, intervenções e ações que ajudam no desenvolvimento de competências socioemocionais. A parceria saudável e ativa entre ambas as partes são fatores de proteção para o desenvolvimento infantil.

Como fortalecer o elo entre família e escola?

A participação ativa da família na vida escolar do aluno é fundamental para o desenvolvimento das competências socioemocionais. Pensando nessa importância da comunicação e parceria entre família e escola, a Educa por Rossandro Klinjey oferece aulas com especialistas e materiais para a formação de pais e educadores que buscam alternativas assertivas para o bem-estar da criança e do adolescente, preparando-os para a vida.

A Escola de Educação Parental e de Educadores, exclusiva para pais, responsáveis e educadores das escolas parceiras da Educa por Rossandro Klinjey, já está com agenda aberta para outubro e novembro, confira a programação:

OUTUBRO

Data: 19/10 às 20h - Aula Online via Youtube

Tema: Papo reto: o que é sexualidade?

Como lidar com os desafios de falar sobre um tema tão complexo dentro de casa em tempos de influencers digitais.

NOVEMBRO

Data: 23/11 às 20h - Aula Online, via Zoom

Tema: Vícios e outros desafios da escola e da família: Automutilação, cigarro eletrônico e outros vícios que afetam estudantes e pais.

Tags

  • aluno
  • alunos
  • aula
  • com
  • como
  • da
  • de
  • dos
  • e
  • em
  • entre
  • escola
  • escolar
  • famlia
  • influencia
  • na
  • o
  • os
  • pais
  • para
  • que
  • relao
  • um
  • vida
Voltar ao Bett Blog
Loading

Veja também

Loading